AgresteBrasilCuriosidadesEntretenimentoHistóriaLazerNacionalNordestePernambucoSão JoãoSertãoTelevisãoTurismo

Dia Nacional do Forró: Conheça as curiosidades sobre esse ritmo e dança envolvente




Forró é uma festa popular brasileira, de origem nordestina e é a dança praticada nessas festas, conhecida também por arrasta-pé, bate-chinela, fobó, forrobodó. No forró, vários ritmos musicais daquela região, como baião, a quadrilha, o xaxado, que tem influências holandesas e o xote, que veio de Portugal, são tocados, tradicionalmente, por trios, compostos de um sanfoneiro (tocador de acordeom—que no forró é tradicionalmente a sanfona de oito baixos), um zabumbeiro e um tocador de triângulo.

Conhecido e praticado em todo o Brasil, o forró é especialmente popular nas cidades brasileiras de Caruaru, Campina Grande, Gravatá, Mossoró, e Juazeiro do Norte, onde é símbolo da Festa de São João, e nas capitais Aracaju, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Maceió, Recife, São Luís e Teresina, onde são promovidas grandes festas.

1. História do forró: 

Foto Google

A história do forró gera muitas discussões entre os historiadores, pois existem várias versões sobre o assunto.



A versão mais conhecida conta que, no final do século XIX, os ingleses que trabalhavam nas construções de ferro localizada no Nordeste faziam grandes festas. Algumas dessas festas eram abertas ao público e eles espalhavam placas com as palavras “For All” (que significa, para todos). Com isso, o termo forró se originou pela variação da pronúncia da expressão em Inglês.

Outra versão diz que soldados norte-americanos realizavam festas que eram denominadas de forrobodó, expressão africana que significa arrasta-pé, algazarra, festa pra ralé. Com isso, segundo Aurélio Buarque de Holanda, a palavra forró é a contração do termo forrobodó.

2. Origem do nome:

O termo “forró”, segundo o folclorista potiguar Luís da Câmara Cascudo, estudioso de manifestações culturais populares, vem da palavra “forrobodó”, de origem bantu (Tronco lingüístico africano, que influenciou o idioma brasileiro, sendo base cultural de identidade no Brasil escravista), que significa: arrasta-pé, farra, confusão, desordem.
A Versão mais verossímil, apoiada pelo próprio historiador Câmara Cascudo, é a de que Forró é derivado do termo africano forrobodó e era uma festa que foi transformada em gênero musical, tal seu fascínio sobre as pessoas.



Na etimologia popular (ou pseudoetimologia) é freqüente associar a origem da palavra “forró” à expressão da língua inglesa for all (para todos). Para essa versão foi construída uma engenhosa história: no início do século XX, os engenheiros britânicos, instalados em Pernambuco para construir a ferrovia Great Western, promoviam bailes abertos ao público, ou seja, for all. Assim, o termo passaria a ser pronunciado “forró” pelos nordestinos. Outra versão da mesma história substitui os ingleses pelos estadunidenses e Pernambuco por Natal do período da Segunda Guerra Mundial, quando uma base militar dos Estados Unidos foi instalada nessa cidade.

Apesar da versão bem-humorada, não há nenhuma sustentação para tal etimologia do termo, pois em 1937, cinco anos antes da instalação da referida base, a palavra “forró” já se encontrava registrada na história musical na gravação fonográfica de “Forró na roça”, canção composta por Manuel Queirós e Xerém.

No idioma húngaro, Forró significa “Quente”. Não se tem variação da palavra no idioma húngaro, o termo Forró é igualmente escrito (com acento) como no português.
Antes disso, em 1912, Chiquinha Gonzaga compôs Forrobodó, que ela classificou como uma peça burlesca e que lhe valeu, algum tempo depois, em 1915, o Prêmio Mambembe, sendo Mambembe também de origem banto, significando medíocre, de má qualidade.



3. Tipos de Forró:

Existem três tipos de forró atualmente.

3.1 Forró pé de serra
O forró pé de serra nasceu em meados da década de 40 e é o mais tradicional de todos os tipos. Na maioria das vezes, ele é formado por um time de três músicos que tocam triângulo, sanfona e zabumba. Os passos são básicos e definidos pelo giro simples da dama. Os grandes representantes do forró surgiram daí, por exemplo, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Genival Lacerda, entre outros.

3.2 Forró universitário
O forró universitário nasceu em São Paulo por jovens antenados nas novidades da música e tem influência do Rock`n Roll, Samba, Funk e Reggae. A dança ficou mais estilizada, com giros mais complexos e sequência de passos mais elaborados. Os principais nomes desse estilo são Falamansa, Rastapé, Flor de Mandacaru, entre outros.

3.3 Forró eletrônico
O forró eletrônico gera muitas polêmicas entre os mais tradicionais, entretanto tem grande sucesso por todo o Brasil, principalmente entre os jovens. A música já tem influência da guitarra, bateria e teclado. É um forró mais pop e os passos são rápidos, com giros complexos. Os nomes mais conhecidos deste estilo são Aviões do forró, Wesley Safadão, Calcinha Preta, entre outros.



Deixe uma resposta