Caruaru apresenta protocolos para Feira da Sulanca, mas sem data para retomada

A Prefeitura de Caruaru apresentou, nesta segunda-feira (20), o “Plano de Ação e Operacionalização da Feira da Sulanca”.

O protocolo será válido assim que a Feira seja autorizada a funcionar, no Parque 18 de Maio. Não foi divulgada data prevista para a retomada.



“Todas as ações detalhadas no Plano de Ação que montamos foram cuidadosamente pensadas para proteger as pessoas que circulam pelo Parque 18 de Maio nos dias da Feira da Sulanca”, disse a prefeita Raquel Lyra.

Para as empresas de transporte que levam compradores para a feira, a orientação do plano é que os veículos deverão ter lotação máxima de 50% da sua capacidade e que seja feita a aferição da temperatura dos passageiros a cada 2h, no caso de viagens com mais de 4h. Sendo identificada alguma pessoa com temperatura acima de 37,5º, será proibido o acesso de todos os passageiros que estão sendo transportados pelo veículo.

As empresas também serão responsáveis pela garantia da utilização das máscaras pelos passageiros, assim como os funcionários.

Ainda para os transportes de compradores, os veículos deverão ter recipientes de higienização para as mãos.



As empresas serão orientadas a higienizar as áreas internas e externas dos veículos antes, durante e após deslocamento, além de apresentar, na chegada à feira, o guia de transporte de passageiros com identificação e temperatura aferida de cada pessoa.

Para os lojistas, o plano define como obrigatório o uso de máscaras para os funcionários e fica proibido o uso de expositores nas áreas externas. “A ideia é que não exista nenhum obstáculo fora dos limites dos bancos. A Prefeitura também vai colocar sinalizações espalhadas por toda feira com com as recomendações e orientações dos órgãos de saúde”, explica Matheus Freitas, secretário-executivo de Serviços Públicos de Caruaru.

Em relação à higienização dos balcões e áreas internas, o Plano orienta que seja feita antes, durante e após a realização das feiras. Recipientes de higienização com álcool em gel também deverão ser oferecidos nos bancos. A saúde da equipe de funcionários precisará ser monitorada pelos responsáveis, devendo orientá-los a procurar uma unidade de saúde em casos de sintomas suspeitos.

Os frequentadores da feira deverão fazer a higienização das mãos sempre que possível e evitar aglomerações e contatos físicos com outras pessoas.

[themoneytizer id=”16539-16″]

Ceça Ricarte

Ceça Ricarte - Jornalista de formação, com mais de 15 anos de experiência, nas mais diversas áreas que o Jornalismo se propõe. Natural de Recife, mas que escolheu Caruaru para amar e viver! Entre idas e vindas, está fixa na Capital do Forró há 12 anos.

Deixe uma resposta