Vereador abre caixão com facão para “provar” que homem não morreu de covid-19

O vereador William Faria (PT), da cidade de Santa Bárbara do Leste, em Minas Gerais, publicou um vídeo nas redes sociais abrindo um caixão de um homem de 92 anos que morreu com sintomas da Covid-19. O caso ocorreu no último domingo (25) e o homem contraria a recomendação das autoridades sanitárias para que nestes casos os sepultamentos cumpram os protocolos sanitários afim de evitar a contaminação pelo coronavírus.

William aparece nas imagens revoltado com os lacres, que impediam a abertura do caixão, e utilizou um facão para romper o material. Mesmo sem apresentar provas, o vereador afirma diversas vezes que o idoso não morreu por causa da Covid-19 e continua a abrir os lacres.




O vereador apresenta nas imagens um atestado de óbito, que constava a informação de que o idoso havia falecido com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), mas não apresentava expressamente a morte por Covid-19. A SRAG está relacionada à doença e a Polícia Civil afirmou que o que consta no atestado é devido à demora do resultado do exame RT-PCR.

Veja o vídeo do vereador abrindo o caixão com facão





Deixe uma resposta