Homem que pintava prédio de prefeitura cai de altura de 10 metros e morre; ‘cinto de segurança que ele usava partiu’, diz viúva

Um homem que pintava o prédio da prefeitura de Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, morreu após cair de uma altura de dez metros, nesta quinta (5). A informação foi confirmada pela Polícia Civil.

A viúva do pintor Luis Carlos Lira, a dona de casa Nalva Maria da Silva apontou um problema no equipamento de segurança. “O cinto que ele usava partiu”, declarou.

O homem, que tinha 48 anos, chegou a ser levado para o Hospital Regional de Escada, mas não resistiu aos ferimentos.



Nalva, de 45 anos, informou que a queda aconteceu na frente de amigos e de um dos dois filhos do pintor, que já é adulto e também trabalhava no local.

Nalva também disse que a família não recebeu ajuda da Prefeitura de Escada. “O marido da prefeita esteve no local e disse que agora não poderia fazer mais nada. Meu marido saiu para trabalhar e não voltou. Estou arrasada, sem chão”, declarou.

A Polícia Civil informou que instaurou um inquérito para apurar uma “morte acidental” e que a investigação será conduzida pela Delegacia de Escada.



O g1 procurou a Prefeitura de Escada para pedir uma resposta sobre o equipamento de segurança fornecido e sobre o suporte aos familiares do pintor, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.




Por g1 Pernambuco.

Deixe uma resposta