Confira: Auxílio Brasil de setembro começa a ser pago hoje

O calendário do Auxílio Brasil de setembro começa a ser pago nesta segunda-feira (19). 20,65 milhões de famílias vão receber o benefício até o dia 30 com valor mínimo de R$ 600 – valor médio de R$ 607,52.

O Ministério da Cidadania informa que incluiu mais 450 mil famílias no benefício de setembro. Na comparação com agosto, quando 20,2 milhões de famílias receberam o benefício, a alta é de 2,2%. O repasse total para o mês é de R$ 12,47 bilhões

Os primeiros a receber vão ser os beneficiários com número do NIS de final 1. Os depósitos continuam sendo feitos seguindo a ordem do número final do NIS (veja como consultar o número) e somente em dias de semana até 30 de setembro. (veja calendário completo abaixo).



O aumento de R$ 200 reais no valor mínimo do Auxílio Brasil vai ser pago até dezembro e foi aprovado pela Emenda Constitucional 123, a chamada “PEC Kamikaze”, que criou um estado de emergência para aumentar as despesas do governo fora do teto de gastos e driblou a lei eleitoral, que proíbe aumento de benefícios sociais em ano de eleições.

Além do benefício principal, o programa que substituiu o Bolsa Família conta com rendas complementares que variam de acordo com os perfis das famílias, como a Bolsa Esporte Escolar, a Bolsa de Iniciação Científica e a Inclusão Produtiva Rural.

Como saber se fui aprovado no Auxílio Brasil?
Com 2,2 milhões de novas famílias aprovadas no Auxílio Brasil, muita gente que estava na fila de espera quer saber se terá direito ao Auxílio Brasil e qual o valor vai ser pago. Para consultar, o beneficiário pode ir no aplicativo Auxílio Brasil GovBr (oficial do programa) ou no aplicativo Caixa Tem, ambos da Caixa Econômica Federal (veja abaixo os links e como baixar no seu celular).



Disponíveis nas lojas de aplicativos das plataformas de celulares e tablets dos sistemas Android e IOS, os aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem permitem aos beneficiários consultar a disponibilidade do benefício, o valor das parcelas e os calendários de pagamento.



Deixe uma resposta