Auxílio Emergencial do Carnaval de Pernambuco 2022 tem resultado final divulgado

Benefício concedido pelo Governo de Pernambuco será destinado a 668 artistas, grupos e agremiações de todas as macrorregiões do Estado, alcançado 17.592 profissionais da cultura de Pernambuco
O Governo de Pernambuco divulga, nesta quinta-feira (7), o resultado final dos artistas, grupos e agremiações habilitados a receber o Auxílio Emergencial do Ciclo Carnavalesco 2022. Além do resultado final, também divulga o resultado do julgamento dos recursos. Ao todo, foram contemplados 668 artistas, grupos e agremiações de todas as macrorregiões do Estado, alcançado 17.592 profissionais da cultura de Pernambuco. Os pagamentos serão realizados a partir desta segunda-feira (11).

As inscrições foram divididas em três categorias: Cultura Popular (309), Dança (12) e Música (347). Já em relação às macrorregiões do Estado, foram 51 inscrições do Agreste; 425 da Região Metropolitana do Recife; 34 do Sertão; e 158 da Zona da Mata.



A iniciativa tem o objetivo de conceder apoio financeiro a todos os artistas e grupos culturais, dos mais variados gêneros, que se apresentaram nos últimos três carnavais realizados no Estado, e estão impedidos de promover suas atividades por conta da pandemia da Covid-19.

O edital é promovido pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE), Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Secretaria de Turismo e Lazer (Setur-PE) e Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

O benefício é voltado aos artistas, grupos e agremiações que se apresentaram no Carnaval de Pernambuco em 2018, 2019 e 2020. Entre os contemplados, estão os segmentos dos afoxés, blocos líricos, bois, caboclinhos, cavalos marinhos, cirandas, clubes de alegorias, grupos de coco, escolas de samba, maracatus, orquestras de frevo, tribos, troças, ursos, entre outros ligados à cultura popular, além de artistas e grupos que trabalham com música da tradição carnavalesca, MPB, pagode, brega e pop regional.



Os valores definidos para cada beneficiado equivalem a 80% do último cachê pago pela Fundarpe/Empetur no Carnaval, tendo um piso de R$ 3 mil e um teto de R$ 30 mil.

De acordo com Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, o incentivo desse auxílio chega para a cultura num momento decisivo. “E com um olhar especial para a salvaguarda das manifestações, grupos e artistas carnavalescos que perderam suas rendas com as restrições de eventos e atividades de grande público. São 17.592 profissionais da cultura atendidos por esse auxílio”, destaca.



Para Gilberto Freyre Neto, secretário Estadual de Cultura, o edital tem o papel de minimizar o impacto econômico causado pela suspensão das festividade. “Esse auxílio teve um foco direcionado nas manifestações e artistas do Carnaval. O Governo de Pernambuco manteve o compromisso de disponibilizar o auxílio pelo segundo ano da pandemia, ampliando a quantidade de beneficiados e valores dos benefícios.”, destaca o secretário.



Deixe uma resposta