Aneel autoriza aumento de 52% na conta de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira o novo valor para a bandeira tarifária, uma sobretaxa que é acionada nas contas de luz quando o custo da geração de energia sobe. Isso está ocorrendo neste ano por causa da crise nos reservatórios das hidrelétricas.

O valor cobrado da bandeira vermelha 2, o patamar mais alto desse sistema, irá subir 52%. A cobrança adicional subiu de R$ 6,24 para R$ 9,49. Essa bandeira está valendo desde junho e deve vigorar pelo menos até novembro, quando tem início o período úmido.




O novo valor começa a valer a partir de julho. Mas a Aneel decidiu também que irá fazer um novo reajuste nas bandeiras, a valer a partir de agosto, em que deverá aumentar os valores das sobretaxas mais uma vez.

A decisão do reajuste de 52% para julho foi tomada por 4 votos a 1.

Por conta da decisão de fazer um novo reajuste também em agosto, as demais bandeiras tarifárias não foram reajustadas. Hoje, é cobrado R$ 1,34 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos na bandeira amarela e R$ 4,16 na bandeira vermelha 1.




Uma família que consome 150 kWh por mês, dentro da média nacional, pagará mais de R$ R$ 14,23 na sua conta por conta da bandeira vermelha 2.

Deixe uma resposta