‘A gente tem a percepção de um aumento nacional, não atribuímos isso ao São João’, diz secretária de Saúde de Caruaru sobre casos de Covid-19

A secretária de Saúde de Caruaru, Bárbara Florêncio falou sobre a procura por testes de Covid-19 no município durante uma entrevista à Rádio CBN Caruaru, na manhã desta segunda-feira (27).

A secretária explicou que foi feito um estudo e uma programação para que os atendimentos se estendessem tanto para a população de Caruaru como para todos os turistas, e que já esperava por essa alta na procura. “Agora no feriado de São João e até o final do mês, que qualifica esse fluxo, então a gente vem conseguindo dar conta tanto da procura pela vacinação como da procura pela testagem, que já era esperada considerando a flexibilização das medidas e a existência do vírus”, explicou

Sobre a alta dos testes positivos de Covid-19, a secretária afirma que o aumento é nacional, e não atribuído ao São João. “A gente tem a percepção de um aumento nacional, então a gente não atribui o aumento de casos à questão do São João. Outros estados que não vivem os festejos juninos e que estão apresentando uma alta, inclusive apresentaram alta maior que o estado de Pernambuco, que o município de Caruaru e que continuam em alta”.



A secretária da Saúde também falou sobre a questão de leitos para estes casos de Covid-19. “Nós estamos com quatro unidades de pronto atendimento, fazendo esse atendimento para os pacientes de Covid, e também as Unidades Básicas de Saúde que também dão suporte nos casos que não se têm gravidade. Então quem ficar com sintoma respiratório e está acometido com Covid, procura a unidade básica de saúde que o médico vai avaliar, vai verificar se precisa de tratamento, conceder o atestado para o trabalho. Então o atendimento está tranquilo, nós temos dias que são mais intensos, como por exemplo, as segundas-feiras historicamente elas são mais intensas, mas a partir da terça-feira a gente que vai se regularizando e a gente vai voltando para rede de atendimento”, ressaltou Bárbara.



Por g1 Caruaru e região.

Deixe uma resposta