Você conhece Petrolândia, a Atlântida Brasileira?

A cerca de 5h de Caruaru, a velha cidade de Petrolândia foi inundada para a construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga em 06 de Março de 1988. Após a inundação, a população foi transferida para as margens da BR-316, levando as lembranças da antiga cidade e dando surgimento a novas paisagens surpreendentes para quem visita o local. Totalmente planejado, o município se reergueu, sem deixar de lado a história que começou com o primeiro povoamento no século 18.

A partir do novo cenário, apenas o topo da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, localizada no antigo distrito de Barreiras, ficou visível, se tornando o símbolo do lago.






Por conta da estiagem, o volume do Lago de Itaparica reduziu e praticamente metade da estrutura do templo e pode ser visualizada a olho nu de muitos pontos da Nova Petrolândia, a igreja é o tema principal na hora que os moradores da nova cidade querem explicar aos mais novos como era a vida na cidade, hoje submersa.




Para visitá-la, é necessário pegar catamarã ou barquinho com destino à Ilha do Rarrá (ida e volta), que passa por ela no caminho. O passeio custa R$ 40,00 e a Ilha do Rarrá conta com estrutura para curtir um dia sem preocupação. É de fato, se não de direito, patrimônio histórico e cultural do município. A Igreja é o elo entre a velha e a nova cidade, entre o passado e o presente.

Ceça Ricarte

Ceça Ricarte - Jornalista de formação, com mais de 15 anos de experiência, nas mais diversas áreas que o Jornalismo se propõe. Natural de Recife, mas que escolheu Caruaru para amar e viver! Entre idas e vindas, está fixa na Capital do Forró há 12 anos.

Deixe uma resposta