Ômicron: nova sequela da variante é descoberta no Reino Unido

De acordo com levantamento do Zoe Covid Study, mais de 20% dos britânicos que foram infectados pela variante ômicron do coronavírus se queixaram de dor na lombar na semana passada, sintoma ainda pouco conhecido da doença.

As informações são do jornal britânico The Sun. A pesquisa foi feita por meio do aplicativo desenvolvido pela Zoe Limited e o King’s College de Londres, onde pacientes podem registrar os sintomas que sentem.




Dor de garganta e de cabeça, além de fadiga e congestão nasal, são as principais queixas registradas na nova variante do coronavírus.

 




Deixe uma resposta