Prefeitura faz balanço positivo do primeiro dia de retorno da Feira da Sulanca

Depois de quase cinco meses com as atividades suspensas por conta da Covid-19, a Feira da Sulanca voltou a funcionar nesta segunda-feira (10). Para receber os comerciantes e clientes, a Prefeitura de Caruaru colocou em prática o Plano de Operacionalização elaborado especialmente para a retomada da feira, no Parque 18 de Maio. Mais de 300 profissionais atuaram diretamente na ação. Ao todo, a feira recebeu 60 ônibus e mais de 100 vans, com estimativa de público de 25 mil pessoas.



Para a Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, a volta da Feira da Sulanca representa um momento de esperança e dias melhores para região. “Hoje é o primeiro dia de retomada da nossa feira e como a gente tinha estudado, desenhado os protocolos e pactuado com os comerciantes, o resultado foi um grande sucesso. Tudo foi feito para que a feira voltasse com segurança”, afirma Raquel.

De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Ytalo Farias, a Feira da Sulanca retornou com aproximadamente 70% da sua capacidade. “Acreditamos que com o passar das semanas esse número aumenta e a nossa feira volte a funcionar como antes, mas seguindo todas as recomendações dos órgãos de saúde e respeitando o protocolo elaborado pela prefeitura. A colaboração de todos é fundamental para que os casos de Covid-19 não aumentem em nossa região”, explica o secretário.



Durante toda a manhã, a Prefeitura de Caruaru disponibilizou 10 mil máscaras, que foram distribuídas ao público nos acessos ao parque. Também foi oferecido 100 litros de álcool em gel em vários pontos da feira. “Não medimos esforços para garantir que todo o protocolo fosse seguido. Tivemos um retorno bastante positivo de todas as ações que desenvolvemos, tendo a certeza de que a operação foi um sucesso”, comemora Ytalo.

Ceça Ricarte

Ceça Ricarte - Jornalista de formação, com mais de 15 anos de experiência, nas mais diversas áreas que o Jornalismo se propõe. Natural de Recife, mas que escolheu Caruaru para amar e viver! Entre idas e vindas, está fixa na Capital do Forró há 12 anos.

Deixe uma resposta