Centro Universitário de Caruaru oferece atendimento psicológico presencial gratuito

Com o objetivo de promover a saúde mental da comunidade, o Curso de Psicologia do Centro Universitário UniFavip está disponibilizando o plantão psicológico, na modalidade presencial. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, no próprio campus da instituição.



“Os atendimentos são gratuitos, possuem duração de 30 minutos e são sistemáticos, ou seja, acontecem semanalmente. Tivemos início das atividades no dia 24 de agosto e vamos até o dia 30 de novembro. Todos os atendimentos devem ser agendados previamente, pois a checagem dos nomes é feita na portaria do UniFavip”, destacou a preceptora de estágio Tarcya Lima, que também ressaltou os cuidados na prevenção contra o coronavírus durante os atendimentos.

“Como parte dos protocolos de segurança temos a checagem de temperatura na entrada, álcool em gel disponibilizado nas salas de atendimento e também organizamos as salas de atendimento respeitando o distanciamento das cadeiras conforme orientações dos órgãos competentes”, finalizou.



Os interessados em ter acesso ao serviço precisam agendar um horário, através do telefone 81 3138-8530 ou 81 3138-8501. No momento há disponibilidade de algumas vagas, com uma média 400 pessoas semestralmente atendidas semestralmente. Como frisou a preceptora de estágio, os atendimentos são feitos respeitando o distanciamento e os protocolos recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), devido à pandemia da covid-19 – lembrando que é obrigatório o uso de máscara para adentrar no UniFavip e durante toda consulta.

Serviço

Plantão Psicológico

Local: UniFavip

Dias: segunda a sexta-feira

Horário: 8h às 18h

Agendamento gratuito: 81 3138-8530 ou 81 3138-8501



Ceça Ricarte

Ceça Ricarte - Jornalista de formação, com mais de 15 anos de experiência, nas mais diversas áreas que o Jornalismo se propõe. Natural de Recife, mas que escolheu Caruaru para amar e viver! Entre idas e vindas, está fixa na Capital do Forró há 12 anos.

Deixe uma resposta